Ontem li no blog do Octavio Aragão (mais) um trecho do conto dele, Rainha das Estrelas, uma cena com o coronel ciborgue Raga. Achei bacana o personagem (sempre gostei de robôs e ciborgues) e fiquei com vontade de fazer um desenho dele. Por favor, ignorem o fato de que, por distração, eu tive as manhas de desenhar a porção cibernética do coronel DO LADO ERRADO do corpo dele.

Anúncios