Nos últimos meses entrei numa de querer concluir algumas coisas que deixei inacabadas.

Digo, HQs que comecei e não fui em frente, por várias razões. Me refiro aos trabalhos solo – apenas 2, que eu me lembre. Com exceção da Ilha de Fortuna, não me arrependo por ter abandonado os projetos que tinha com outros roteiristas.

Um dos que eu gostaria de retomar é o Kário.

 
Não haveria muita diferença entre o que fiz antes e o que faria agora. Basicamente eu deixaria de lado o estilo meio “mangalóide” que havia usado antes. E mais fantasia. Mas o tom seria o mesmo. Tenho dúvidas, porém, se alguns leitores entenderiam isso se eu continuasse trabalhando com um Kário já adulto. Por isso, a ideia que me ocorreu seria fazê-lo mais jovem, um carinha, talvez, no fim da adolescência. Pra não haver dúvidas de que se trata de uma HQ juvenil. Quem o chamar de “Kário Teen” leva uma canetada no olho, é claro.
E é claro, também, que tudo depende de arranjar tempo pra fazer isso. O velhor problema.

Anúncios