O Plano de 5 Anos de Sean Gordon Murphy

Muito legal esse texto do Murphy.

A maior parte dos tópicos que ele cobriu eu já havia sacado por experiência própria, através de observação e exercício de bom senso. A questão da “marca”, por exemplo, já tenho bem definida: quero que meu nome seja associado a quadrinhos de aventura. Isso é inegociável.

O ponto que preciso trabalhar mais é o da “atitude”, o que no meu caso significa tomar coragem pra escrever meus próprios roteiros, pra não ser mais refém de roteirista.

Anúncios

5 comentários

  1. Já eu defini minha marca como “humor” e agora não posso mais escrever drama porque ninguém vai me levar a sério. Sem falar na concorrência desleal do twitter, do orkut, do Multishow… 😀

    Brincadeiras à parte, ótimo texto do Murphy, vou tentar seguir algumas dessas sugestões. Mas sem me apoiar demais na “esperança” de voltar a “publicar em editora”…

  2. Bom, hoje em dia acho que é meio difícil as editoras publicarem algo nacional que não seja adaptação literária ou quadrinho underground/indie. Então sua situação é igual a de muitos, embora não me pareça que você esteja perdendo o sono com isso. Já que falou em humor, já pensou em apresentar alguma coisa pra Mad?

  3. Sou muito fã dele. Gosto da maneira corajosa que ele foge do convencional dos comics. Vejo o traço dele como um “traço de liberdade”. Solto e ousado. Queria um dia encontrar esta ousadia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s